Maldine Vieira

Poder e Cotidiano

Page 2 of 196

Provas do concurso da Câmara de São Luís serão aplicadas neste domingo (17)

Os candidatos inscritos no concurso da Câmara Municipal de São Luís (CMSL) já podem consultar seus locais de provas no site da Fundação Sousândrade (www.fsadu.org.br), organizadora do certame. A disponibilização das informações aos inscritos na seleção foi feita esta semana e as provas objetivas serão aplicadas no domingo (17).

Ao todo, o processo tem 18.384 candidatos para 116 vagas imediatas e 232 para formação de cadastro reserva, para contratação conforme necessidade. Os salários oferecidos variam entre R$ 1.251,73 e R$ 2.565,05.

Dos 18.384 inscritos, 17.972 concorrem para o preenchimento de vagas em cargos de ensino médio e superior, enquanto 412 disputam as duas vagas de procurador. Em média, há 159 candidatos por vaga para o quadro geral da Casa, somando os dois certames.

A maior quantidade de inscritos é para o cargo de assistente administrativo (nível médio) com 9.798 inscrições e a menor é para os cargos de técnico em comunicação social para rádio (nível médio) com 31 inscrições. No primeiro cargo, serão 25 vagas imediatas e 50 em cadastro de reserva; já para o segundo cargo serão 02 vagas imediatas e 04 em cadastro de reserva.

O certame será realizado das 8h às 12h, para os cargos de nível superior (inclusive para o cargo de Procurador); e das 14h às 18h para os cargos de nível médio. Para ter acesso ao local de prova, sala e horário, os participantes poderão consultar o documento de confirmação de inscrição, acessando o link disponível no site da Fundação Sousândrade (www.fsadu.org.br ) na aba “local de prova”. Os candidatos poderão entrar em contato com a organizadora do concurso pelos telefones (98) 3221-2276 e 3232-2997 para esclarecer dúvidas e/ou obter outras informações.

Cargos – O concurso da Câmara de São Luís oferece vagas para os níveis médio e superior. Além do cargo de procurador. As vagas são de Administrador (09 vagas), Analista de Informática – Legislativa (12 vagas), Analista Legislativo (48 vagas), Arquiteto (06 vagas), Assistente Social (06 vagas), Bibliotecário (06 vagas), Contador (06 vagas), Engenheiro Civil (06 vagas), Historiador (06 vagas), Jornalista (24 vagas), Psicólogo (06 vagas), Radialista (12 vagas), Relações Públicas (06 vagas), Tecnólogo em Recursos Humanos (09 vagas), Assistente Administrativo (75 vagas), Técnico em Assessoramento Legislativo (51 vagas), Técnico em Comunicação Social – Divulgação Institucional (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Rádio (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Relações Públicas (12 vagas), Técnico em Comunicação Social – Repórter Fotográfico (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Televisão (06 vagas), Técnico em Informática (18 vagas) e Procurador (06 vagas).

LOCAIS DE PROVA E ENDEREÇOS:

NÍVEL SUPERIOR – MATUTINO- 8h
CEIN João Francisco Lisboa – CEJOL, na Rua Oswaldo Cruz, sn, Canto da Fabril, São Luís;

Colégio UPAON-AÇU, na Alameda D, nº 05, Alto do Calhau, São Luís;
Faculdade Pitágoras – Turu, na Av. São Luís Rei de França, nº 32, Turu, São Luís;

Faculdade Santa Terezinha – CEST, na Av. Casemiro Junior, nº 12, Anil, São Luís;

Faculdade UNINASSAU, na Rua Zoé Cerveira, nº 120, Ivar Saldanha, São Luís;

Unidade de Ensino Superior Dom Bosco – UNDB, na Av. Colares Moreira, nº 443, Renascença II, São Luís.

NÍVEL MÉDIO – VESPERTINO – 14h
CE Desembargador Sarney, na Rua Hemeterio Leitão, nº 173, São Francisco, São Luís;

CE Dr. Geraldo Melo, na Rua Gama Lobo, IV Conjunto, sn, (antiga rua 16) Cohab Anil, São Luís;

CE Prof. José do Nascimento Moraes, na Avenida 03, sn, Vinhais, São Luís;

CEI Maria Monica Vale, na Rua 13, sn, Vinhais, São Luís;

CEIN Dr. João Bacelar Portela, na Av. Jorge Damous, sn, Ivar Saldanha, São Luís;

CEIN João Francisco Lisboa – CEJOL, na Rua Oswaldo Cruz, sn, Canto da Fabril, São Luís;

Colégio UPAON-AÇU, na Alameda D, nº 05, Alto do Calhau, São Luís;

Faculdade EDUFOR, na Av. São Luís Rei de França, Turu, São Luís;

Faculdade Estácio, na Rua Oswaldo Cruz, nº 1455, Canto da Fabril, São Luís;

Faculdade Pitágoras – Turu, na Av. São Luís Rei de França, nº 32, Turu, São Luís;

Faculdade Santa Terezinha – CEST, na Av. Casemiro Junior, nº 12, Anil, São Luís;

Faculdade UNINASSAU, na Rua Zoé Cerveira, nº 120, Ivar Saldanha, São Luís;

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFMA – ANEXO, na Av. Getulio Vargas, nº 4, Monte Castelo, São Luís;

Liceu Maranhense, no Parque Urbano, sn, Centro, São Luís;

UI Renascença, na Rua das Laranjeiras, sn, Renascença, São Luís;

PROVA PARA PROCURADOR
Unidade de Ensino Superior Dom Bosco – UNDB, na Av. Colares Moreira, nº 443, Renascença II, São Luís.

Em má fase, Sampaio Corrêa manobra para retirar de Pinheiro jogo contra o PAC

O Presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota, atua fortemente nos bastidores para tirar a partida contra o Pinheiro do Estádio Costa Rodrigues pela última rodada da primeira fase do Campeonato Maranhense alegando má condição do campo.

A possibilidade de tirar o jogo de Pinheiro só vai beneficiar o Sampaio como já aconteceu em 2017, quando a final do Campeonato Maranhense foi tirada na marra de Barra do Corda.

A preocupação do presidente do Sampaio vai além da condição do campo. Pela campanha pífia que o time faz na temporada, a situação do gramado pode sim ser mais um adversário na luta desesperada para confirmar uma classificação para as semifinais do Campeonato Maranhense, mas o medo de enfrentar o Pinheiro na Baixada é evidente.

Até o momento a FMF mantém o jogo em Pinheiro e a Prefeitura de Pinheiro informou que está tomando providências para melhorias no campo.
O Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, também se pronunciou via assessoria declarando que está tomando as medidas cabíveis e que espera que a FMF mantenha o local de jogo ou adie a partida em respeito a todos os times do campeonato.

MP recomenda cancelamento de shows no aniversário de Miranda do Norte

A 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim expediu, na última terça-feira, 12, Recomendação ao Município de Miranda do Norte para a suspensão imediata de shows artísticos, programados para o dia 15 de março, em razão de possíveis irregularidades na contratação dos artistas e à ausência de respostas sobre problemas na gestão municipal. Miranda do Norte é termo judiciário da Comarca de Itapecuru-Mirim

Segundo o promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques, autor da Recomendação, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) recebe, desde setembro de 2018, reclamações contra a Prefeitura de Miranda do Norte devido ao atraso nos salários dos servidores. Além disso, foi constatado que grande parte das escolas do município funciona em condições precárias, assim como os postos de saúde.

Mesmo com os problemas verificados, o MPMA constatou, em pesquisa nas redes sociais, o anúncio dos artistas Matheus Fernandes, Thales Lessa, Márcia Fellipe e Jonas Esticado – conhecidos nacionalmente – para o aniversário da cidade de Miranda do Norte.

A Prefeitura, embora tenha sido devidamente comunicada desde o dia 22 de fevereiro, não apresentou esclarecimentos sobre a contratação dos artistas, a logística do município para a realização do evento e nem a existência ou não de processo licitatório. Também omitiu tais informações no site oficial e por meio de sua Assessoria de Comunicação.

Assim, o Ministério Público recomenda a suspensão imediata dos shows de Matheus Fernandes, Thales Lessa, Márcia Fellipe e Jonas Esticado, previstos para o dia 15 de março e custeados pelo poder público. A manutenção da programação restante, conforme a manifestação do Ministério Público, fica a critério do município.

A Recomendação orienta, ainda, que o aviso sobre a suspensão seja publicado no site da Prefeitura de Miranda do Norte.

Foi fixado um prazo de dois dias úteis para a resposta quanto ao acatamento ou não da Recomendação. O MPMA alerta que a manutenção dos shows artísticos mencionados configura ato de improbidade administrativa.

A não adoção das medidas recomendadas pode implicar o ajuizamento de Ação de Improbidade Administrativa, podendo resultar em condenação, consistente na suspensão dos direitos políticos, perda do cargo público, indisponibilidade dos bens e ressarcimento dos recursos públicos, entre outras penalidades.

Mais de 61 mil eleitores no Maranhão podem ter seus títulos cancelados após 6 de maio

Quem não votou e/ou não justificou ausência às urnas nas últimas 3 eleições – sendo cada turno considerado uma eleição – terá seu título de eleitor cancelado caso não o regularize procurando um cartório eleitoral até 6 de maio.

Para regularizar a situação, além de pagar as multas, o eleitor terá de comparecer a um cartório eleitoral munido de documento oficial com foto, comprovante de residência e título eleitoral, se o possuir.

No Maranhão, o total de eleitores nesta condição é de 61 mil 440, sendo que em São Luís, são 15 mil 461.

A relação de títulos passíveis de cancelamento está disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, mas o eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento consultando os dados eleitorais no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), basta informar o nome completo e a data de nascimento, ou ligar para a Ouvidoria do TRE-MA pelo 0800 098 5000.

O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implica o cancelamento automático do título de eleitor após 6 de maio.

Os eleitores no exercício do voto facultativo – menores de 18 anos, maiores de 70 anos – não são identificados nas relações de faltosos.

Consequências

Quem não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público, e obter certos tipos de empréstimos e inscrição.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiverem subordinados.

Prazos

A Resolução do TSE nº. 23.594/2018 estabelece os prazos para execução dos procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais, bem como para a regularização da situação dos eleitores.

Luís Fernando assume pasta no governo Flávio Dino nesta sexta-feira (15)

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, nesta terça-feira (12) mais um nome em sua equipe de governo. O atual prefeito de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, Luis Fernando Silva assume a Secretaria de Estado de Programas Estratégicos.

A posse de Luis Fernando será na sexta-feira (15), às 10h, no Palácio dos Leões.

Para assumir a pasta no governo de Flávio Dino, o prefeito Luis Fernando renunciará ao cargo após 1 anos e três meses de mandato. Quem assume a Prefeitura de São José de Ribamar é o vice-prefeito Eudes Sampaio.

 

Envolvida em esquema de agiotagem faturou quase R$ 1 milhão em Nina Rodrigues

Prefeito Rodrigues da Iara.

Prefeito Rodrigues da Iara.

A prefeitura municipal de Nina Rodrigues-MA, administrada por Raimundo Aguiar Rodrigues Neto, conhecido como Rodrigues da Iara, deve entrar no olho do furação do escândalo de agiotagem no Maranhão. (VEJA AQUI).

Segundo apurou o Blog do Maldine Vieira, o município contratou pelo menos uma das empresas de fachada controladas pela quadrilha.

Trata-se da Gold Comercio Eireli-ME, de propriedade Thiago Freitas Figueiredo, apontado como laranja da quadrilha.

De acordo com os extratos obtidos pelo titular do blog, a empresa faturou somente em 2018 cerca de R$ 1 milhão em cinco secretarias do município.

Veja os contratos:

Irmã de Luciano Genésio é convidada para assumir como adjunta de Desenvolvimento Sustentável da SEMA

O Prefeito de Pinheiro Luciano Genésio (PP) segue conquistando espaço no Governo do Estado do Maranhão.  Depois de uma articulação do Partido Progressista, que assumiu recentemente a Pasta do Meio Ambiente, a irmã de Luciano, Karla Lucyana Genésio irá  ocupar uma das Secretarias Adjuntas da SEMA no setor de Desenvolvimento Sustentável.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente – SEMA atualmente é comandada por Rafael Fufuca, irmão do Presidente Estadual do PP e Deputado Federal André Fufuca.

A Secretaria Adjunta de Desenvolvimento Sustentável tem a finalidade de coordenar, supervisionar, regulamentar a execução e implementação das ações referentes à adoção de praticas ambientalmente sustentáveis como estratégias de redução da degradação ambiental e promoção de um modelo de desenvolvimento em bases sustentáveis.

Ao emplacar o nome da irmã Luciano mostra mais uma vez sua força política e sua influência no cenário maranhense.

Erlanio Xavier e Clayton Noleto recebem Título de Cidadão de São Luís

Em sessão solene realizada na Câmara Municipal de São Luís nesta segunda-feira (11), o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Erlanio Luna Xavier (Igarapé Grande), e o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto Silva, receberam o Título de Cidadão de São Luís.

A honraria foi proposta pelo vereador Marquinhos (DEM) e aprovada, de forma unânime, pelo plenário da Casa.

A cerimônia foi comandada pelo presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT), e contou com as participações de deputados federais, deputados estaduais, além de representantes do governo do estado e da prefeitura da capital. Também estiveram presentes, além do autor da proposição, os vereadores Ricardo Diniz (PRTB), Pavão Filho (PDT), Genival Alves (PRTB), Joãozinho Freitas (PTB) e Fátima Araújo (PC do B).

Marquinhos frisou que os homenageados são merecedores da homenagem por possuírem relevantes serviços prestados à São Luís.

“Erlanio, este título é uma homenagem pelo que você fez por São Luís e nossos munícipes, nas gestões dos prefeitos Jackson Lago, Tadeu Palácio e Edivaldo Holanda, das quais você participou. Clayton, você nos surpreendeu pelo carinho e o empenho que vem tratando São Luís, à frente das obras determinadas pelo governador Flávio Dino. Este é um gesto que nós, vereadores, podemos fazer pelas pessoas que muito se empenham por São Luís”, afirmou.

Osmar Filho parabenizou os agraciados e disse que capital maranhense agradece por seus feitos.

Erlanio Xavier afirmou que recebia o título com extrema gratidão; lembrou que mora em São Luís há 15 anos e em seu território, quando morrer, deseja ser enterrado. Ele ressaltou que os vereadores Pavão Filho e Ivaldo Rodrigues são testemunhas de seu empenho por São Luís, sobretudo na gestão do ex-prefeito Jackson Lago.

Já Clayton Noleto, agradeceu a distinção da Câmara e aos presentes disse que saiu de Imperatriz, do bairro Bacuri, onde morava, para, à frente da Secretaria de Infraestrutura, na capital, auxiliar o governador Flávio Dino a realizar obras em todo o Maranhão e, sobretudo, em São Luís e Imperatriz, que disputam as atenções do governo. “E esta disputa me fez alcançar este momento, aqui na Câmara”, resumiu.

Além dos familiares e amigos dos homenageados, estiveram presentes os deputados federais Márcio Jerry (PCdoB), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), — atual secretário de Estado das Cidades — e Juscelino Filho (DEM); os deputados licenciados e secretários de estado, Márcio Honaiser (PDT) e Ana do Gás (PC do B); os deputados estaduais Rildo Amaral (SD) e Ciro Neto (PP); além do senador Weverton Rocha (PDT).

Osmar Filho apresenta proposta para discutir área de preservação ambiental

Debater a conservação sustentável da Área de Preservação Ambiental do Itapiracó (APA) é uma proposta do presidente da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho (PDT).

De acordo com pedetista, é preciso proteger os recursos naturais para evitar problemas futuros e garantir o uso sustentável do biossistema.

Nós como seres humanos e organização pública temos a missão de debater a utilização racional dos nossos espaços naturais. O objetivo da audiência é classificar propostas concretas de ações que visem a proteção em especial das nossas nascentes”, pontuou o vereador.

A implantação da proposta é fruto de colaboração conjunta. Os representantes da executiva do Fórum da APA Itapiracó (FAI) reuniram-se, no dia 13 de fevereiro, com o presidente da Câmara Municipal para firmar parceria na instalação do painel de debate sobre a importância da discussão da área. A data para a audiência ainda será definida.

Segundo Reginaldo Bordalo, secretário da FAI, a defesa do meio ambiente é de suma importância para transformar o cenário de políticas ambientais da capital.

Sobre a APA

A APA do Itapiracó compreende as regiões metropolitanas de São Luís e São José de Ribamar. A titularidade de área ambiental é reconhecida por reunir variedade de fauna, flora e nascentes de rio, compreendendo a conservação de cerca de 200 espécies do ecossistema maranhense.

Ouça o áudio! Agiota Pacovan intimida testemunha para não denunciar escândalo que envolve Júnior Lourenço

O agiota maranhense Josival Cavalcanti da Silva, conhecido como Pacovan, enviou áudio em tom ameaçador para uma testemunha considerada chave nas investigações que envolvem manipulação de recursos públicos da prefeitura de Miranda do Norte com o deputado federal Júnior Lourenço e seus laranjas, identificados como sendo Diego Figueiredo, seu irmão Thiago, as empresas DF Figueiredo e Golden, e um outro, com laços familiares próximos com um certo Hermano, que faz parte do esquema, comandando a ramificação de Bacabal através dessas empresas do parente.

O Portal AZ conseguiu com exclusividade o áudio de parte da conversa em que o agiota chega mesmo a falar sobre pistolagem na conversa com o seu interlocutor.

Tudo começou com uma desavença entre os próprios laranjas, os testas-de-ferro do negócio, que recebem parte do dinheiro que irriga as suas contas bancárias. Há a discórdia porque um dos laranjas não cumpriu o acerto financeiro com o investidor, e, neste negócio, um dos envolvidos se sentiu prejudicado e resolveu falar, mostrando todos os elementos de prova que tem para desmontar a quadrilha que saqueou o Maranhão em milhões de reais anualmente, tudo sob o comando de agiotas e, na parte de negociação das emendas parlamentares, conduzidas pelo deputado federal, Júnior Lourenço.

Lourenço é um velho conhecido da polícia e do Ministério Público, já tendo sido denunciado mais de uma vez, e somente foi candidato às custas de uma liminar que suspendeu a impugnação à sua candidatura. Lourenço já teve também os seus bens bloqueados, na ordem de 10 milhões de reais, sendo eleito em um esquema milionário, comandado pelo agiota Pacovan, que fez dele o seu candidato preferido, patrocinando milhões de reais que inundaram a campanha de Lourenço em mais de 150 municípios maranhenses, onde foi muito bem votado, obtendo quase  120 mil votos. Segundo a própria investigação, Júnior Lourenço teria gasto mais de 50 milhões de reais na campanha, a mais cara do Maranhão.

O esquema funciona com o financiamento das campanhas políticas patrocinadas pelos agiotas, que bancam as despesas dos candidatos, e, depois, como pagamento, recebem os serviços públicos de lixo, hospitais, merenda, fornecimento de material de expediente e consumo, empresas terceirizadas de mão-de-obra, locação de veículos, motocicletas, máquinas e outros implementos, tudo a preços astronômicos, que multiplicam por dez vezes o valor investido.

Para se ter uma ideia, uma máquina adquirida por R$ 500 mil  é alugada para as prefeituras por R$ 80 mil ao mês, o que significa dizer que, pela hora da máquina, ela teria que trabalhar 30 horas por dia, em todos os dias do mês, e ainda assim não conseguiria chegar aos valores pagos a título de aluguel do equipamento.

Também consta do negócio a construção de estradas vicinais e estradas interligando os povoados, sempre a preços astronômicos. Este tem sido um negócio muito rentável para a quadrilha, sendo que as estradas municipais estão todas recuperadas, mas com preços estratosféricos, já que o negócio é terceirizado  através dos laranjas e suas empresas, para o pagamento final aos agiotas que financiaram a campanha, e são os donos verdadeiros dos negócios.

É aquela velha combinação explosiva dos negócios públicos com os interesses privados, fonte maior da corrupção e dos desatinos administrativos e financeiros dos municípios brasileiros, e maranhenses, neste particular.

Advogados ouvidos pelo Portal AZ afirmam que foro privilegiado do deputado Junior Lourenço não o alcança em casos anteriores ao mandato, e toda a investigação corre mesmo na justiça federal e comum do Maranhão. Os precedentes do Senador Flavio Bolsonaro e do Ministro do Turismo mostram exatamente isso, o que significa dizer que o STF não é competente para apreciar a questão envolvendo Lourenço.

Segundo o Portal AZ apurou, o informante da polícia admitiu conceder entrevista ao Fantástico,  da rede Globo de televisão, para fazer em Miranda do Norte o quadro ‘cadê o  dinheiro que estava aqui’, não se sabendo se o repórter ‘secreto’ Eduardo Faustini já esteve na cidade, mas esse material somente pode ser divulgado depois do depoimento da testemunha para os promotores e delegados.

Para piorar a situação, foram exatamente as ameaças do agiota chefe do esquema que apressaram o depoimento da testemunha chave da investigação que envolve a organização criminosa da agiotagem em prefeituras no Maranhão.

Ouça abaixo:

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén