Alvo do Gaeco, empresa ligada a Josimar celebrou 27 contratos na gestão de Almeida em Igarapé do Meio

Alvo do Gaeco, empresa ligada a Josimar celebrou 27 contratos na gestão de Almeida Sousa em Igarapé do Meio.

Aliado de primeiro escalão do deputado federal Josimar Maranhãozinho, o prefeito de Igarapé do Meio, Almeida Sousa, do PL, celebrou uma série de contratos com uma das empresas alvo de busca e apreensão no bojo da operação Maranhão Nostrum, deflagrada Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) no início de outubro (reveja).

De acordo com levantamento realizado pelo BLOG junto ao Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas (SACOP) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), a Projex construções e locações Eireli ‘abocanhou’ exatos 27 contratos na gestão de Almeida Sousa entre os anos 2017 e 2021. No total a empresa faturou cerca R$ 4,8 milhões.

Os contratos foram voltados em sua maioria à locação de máquinas pesadas e veículos. No entanto, a construtora teria feito ainda serviços de reformas, construção, asfaltamento e drenagem de vias urbanas.

Alvo do Gaeco, Projex construções e locações ‘abocanhou’ 27 contratos na gestão de Almeida Sousa.
Contratos foram celebrados entre os anos de 2017 e 2021.
Contratos foram celebrados entre os anos de 2017 e 2021.

A Projex integra a lista de 11 empresas que fazem parte de uma espécie de ‘consorcio empresarial’ mantido pelo deputado para ‘sangrar’ recursos públicos em prefeituras comandadas por prefeitos do Partido Liberal – PL, por meio notas fiscais frias.

LEIA TAMBÉM: Prefeito de Igarapé do Meio deve encabeçar lista de novos investigados pelo GAECO

Investigações apontaram que Josimar movimentou milhões através de uma rede criminosa composta por funcionários públicos, familiares, sócios de empresas e prefeitos.

De acordo com dados do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica da empresa, registrado junto a Receita Federal, a Projex é uma empresa individual de responsabilidade limitada aberta em 2012, localizada na Av. Colares Moreira, Nª 100, sala 219, Edifício Los Angeles, bairro Jardim Renascença, em São Luís. Com capital social de R$ 500 mil, a empresa é registrada em nome de Érico Francisco Santos Serra.

Não se sabe ao certo se a empresa de fato existe e tem capacidade para realizar os serviços pactuados, ou trata-se de uma empresa de fachada, daquelas sem qualquer funcionário ou bens registrados. O blog vem tentando ouvir as partes envolvidas, mas até o fechamento desta matéria não obteve êxito.

Érico Francisco Serra, dono da Projex, também integrou lista de alvos do Gaeco em São Luís.

Prefeito de Coelho Neto exonera babá dos filhos do irmão após Recomendação do MP

Prefeito de Coelho Neto exonera babá dos filhos do irmão após Recomendação do MP.

Atendendo a uma Recomendação da Promotoria de Justiça de Coelho Neto, a Prefeitura exonerou Márcia Rene de Sousa do cargo de agente administrativo, lotada na Secretaria Municipal de Saúde. Ela havia sido contratada sem concurso público, sob o argumento de “admissão por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público”.

Márcia de Sousa seria babá dos filhos de Marcelo Silva, irmão do prefeito Bruno José Almeida e Silva.

A questão foi discutida em reunião realizada na sede do Ministério Público em Coelho Neto, em 5 de outubro. Em seguida, no dia 7, o promotor de justiça Gustavo de Oliveira Bueno encaminhou ao prefeito Bruno Silva a Recomendação n° 15/2021, orientando para que fosse feita a exoneração da servidora “a fim de evitar a responsabilização de vossa excelência e demais envolvidos na contratação por ato de improbidade administrativa”.

Na Recomendação, o Ministério Público deu prazo de cinco dias para que o Município procedesse a exoneração, que foi publicada no Diário Oficial de Coelho Neto no último dia 8.

Rodoviários recusam propostas e greve continua em São Luís

Rodoviários recusam propostas e greve continua em São Luís.

Após um dia de negociações e reuniões, não houve acordo e a greve dos rodoviários deve continuar e chegar ao 6º dia em São Luís, segundo o sindicato da categoria. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema), Marcelo Brito, houve uma proposta de reajuste salarial em 2%, o que foi rejeitado. A categoria quer um reajuste de 13%. 

Além do reajuste no salário, o sindicato reivindica uma jornada de trabalho de seis horas, tíquete de alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente e a concessão do auxílio-creche, para trabalhadores com filhos pequenos.

Médico que recebeu título de cidadão na AL-MA também fez doação à campanha de Othelino Neto

Amigo pessoal de Othelino Neto, médico recebeu título de cidadão menos de um ano após se tornar doador de campanha.

Depois de revelar que diretores e funcionários do alto escalão da assembleia legislativa do maranhão foram os principais doadores de campanha do deputado e presidente Othelino Neto, do PCdoB (reveja aqui e aqui ), o blog do Maldine Vieira chegou ao nome do médico João Furtado de Araújo Segundo.

Natural de Teresina, no Piauí, João Furtado recebeu título de cidadão maranhense pela assembleia em dezembro de 2017, menos de um ano após atuar como doador de campanha de Othelino.

O reconhecimento foi proposto pelo próprio Othelino Neto, que à época ocupava de presidente interino da Casa.

Ocupando a 3ª no ranking, o médico fez doação de R$ 30 mil, segundo aponta dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

João Furtado Segundo fez doação de R$ 30 mil à campanha de Othelino Neto em 2018.

Rodoviários se reúnem em frente à sede da Prefeitura de São Luís

Rodoviários se reúnem em frente à sede da Prefeitura de São Luís — Foto: Matheus Soares/Grupo Mirante
Rodoviários se reúnem em frente à sede da Prefeitura de São Luís.

Rodoviários que fazem parte do sistema de transporte coletivo da Região Metropolitana de São Luís estão reunidos na manhã desta segunda-feira (25) em frente ao no Palácio da La Ravardière, sede da Prefeitura da capital maranhense.

A assembleia da categoria, que atualmente está realizando movimento grevista na Grande São Luís, aconteceu após o atual prefeito da capital, Eduardo Braide (Podemos), anunciar uma reunião, marcada para às 10h, para tentar por fim à greve dos rodoviários. A reunião vai contar com a participação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema) e Sindicato das Empresas de Transporte (SET).

Um dos pontos da reunião no Palácio da La Ravardière será a proposta de um auxílio emergencial para o setor. O cartão cidadão vai garantir passagem gratuita para pessoas que perderam o emprego durante a pandemia da Covid-19, além de contribuir para o sistema de transporte público, com injeção de recursos. O auxílio vai substituir o reajuste da tarifa de ônibus em São Luís e, com o recurso, será possível retornar com as atividades na capital.

Decisão reforça tese de perseguição política contra Josimar; mas não isenta ‘roubalheira’ em prefeituras

Decisão reforça tese de perseguição política contra Josimar, mas não isenta ‘roubalheira’ em prefeituras.

A decisão proferida na última sexta-feira (22) pelo desembargador Antônio Fernando Bayma Araújo, decano do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), que suspendeu operação do Gaeco contra o deputado federal Josimar Maranhãozinho, do PL, reforça, sem sombra de dúvidas, a tese de perseguição política pelo Estado.

A versão foi sustentada pelo parlamentar desde o principio, e ganhou força após declarações de alguns renomados advogados e até mesmo de um desembargador (REVEJA).

Segundo os juristas, o justiça de primeiro grau não teria competência para proferir decisões uma vez que à época das investigações Josimar era deputado estadual e, portanto, detinha privilégio do foro.

Passado exatos 16 dias após cumprimento dos mandatos de buscas expedidos pelo juiz Ronaldo Maciel, da 1ª Vara Criminal de São Luís, a justiça não só suspendeu como também determinou a devolução de todos os bens apreendidos, além de barrar novas investigações no âmbito da Maranhão Nostrum até julgamento do mérito pelo Tribunal.

Apesar de claramente revelar conotação política da operação, a decisão não isenta a ‘roubalheira’ desenfreada mantida pelo parlamentar em prefeituras há vários anos. Essa, inclusive, seria responsável por hoje o colocar entre os maiores políticos do Estado.

Apesar de ter desvendado e desbaratado apenas uma parte pequena do ‘quadrilhão’, as investigações puderam revelar ao cidadão comum de onde vem todo poderio financeiro de Josimar. E esse é apenas a ponta do iceberg…

Prefeito Luciano ao lado Governador Flávio Dino reabre Restaurante Popular de Pinheiro

Prefeito Luciano ao lado Governador Flávio Dino reabre Restaurante Popular de Pinheiro.

Um grande almoço com a distribuição de 1000 refeições marcou a reabertura do Restaurante Popular de Pinheiro. Esse importante equipamento de assistência social voltou a funcionar, fornecendo diariamente um número maior de refeições por um valor ainda mais baixo, graças a parceria entre Prefeitura e Governo do Estado.

O ato de reabertura do Restaurante Popular contou com a presença do prefeito Luciano Genésio acompanhado da primeira dama Layanna Ferreira, do Governador Flávio Dino, do vice-governador Carlos Brandão, do Secretário Estadual de Assistência Social Márcio Honaiser, da secretária adjunta estadual de Desenvolvimento Social Lucyana Genésio, de secretários municipais, vereadores, lideranças políticas e comunitárias.

“Este é um importante equipamento de assistência social, que irá garantir segurança alimentar para muitos pinheirenses em dificuldade. Hoje foi um dia muito bonito que mais de 1000 refeições foram servidas, comida de qualidade e muito saborosa. Pinheiro está no rumo certo do progresso e desenvolvimento”, disse Lucyana Genésio.

Antes o restaurante era mantido com recursos apenas da Prefeitura de Pinheiro, servia 300 refeições diárias no valor de R$ 5,00, agora ele passa a ofertar diariamente 1500 refeições, sendo 1000 no almoço no valor de R$ 3,00 e 500 refeições no jantar por apenas R$ 1,00. Essa é uma garantia de segurança alimentar para muitas famílias em situação de vulnerabilidade.

“É muito bom ver que a parceria entre prefeitura e governo do Estado deu certo e que muitos benefícios tem chegado em Pinheiro. Esta é uma grande conquista que ajudará e muito as famílias em situação de vulnerabilidade”, afirmou o prefeito Luciano.

Em seu discurso o Governador Flávio Dino elogiou o trabalho do prefeito Luciano e falou sobre os muitos projetos que vêm sendo desenvolvidos no município.
“Temos programas importantes como o Maranhão Verde, o Mais Renda e o Agente Jovem Ambiental, dentre outros importantes Programa colocados em ação em parceria com a prefeitura. A reabertura do Restaurante Popular com um maior número de refeições irá com toda certeza fazer a diferença na vida dos pinheirenses em situação de vulnerabilidade”, afirmou o governador.

Na oportunidade foram distribuídos os kits do Programa mais Renda que tem o objetivo de oportunizar a inclusão produtiva de famílias em situação de vulnerabilidade social, através da inserção e da organização dos empreendimentos existentes na informalidade, buscando ampliar a renda desses trabalhadores.

Os kits são compostos por camisas do programa e material para o trabalho autônomo como carrinhos para a venda de lanche e mesas com cadeiras para equipar esses empreendimentos.

Em entrevista, empresário de Imperatriz detona farsa de Weverton Rocha sobre Hospital do Amor

Empresário detona farsa de Weverton Rocha a respeito do Hospital do Amor.

O empresário da comunicação de Imperatriz, dono da TV Nativa, filial da Record, Raimundo Cabeludo soltou o verbo pra cima do senador Weverton Rocha (Pdt), em um programa de rádio, nesta segunda-feira (18), em torno da farsa criada em cima do Hospital do Amor.

Para Cabeludo, Weverton Rocha mente em dizer que o hospital que é apenas um “centro de diagnósticos” irá fazer o tratamento do câncer, inclusive com internações, mesmo o Hospital do Amor não tem ter estrutura de equipamentos e médicos especializados no tratamento do câncer.

O empresário pontuou também que a maior responsável pelo tratamento do câncer ter uma extensão com o Hospital de Barretos, o maior em tratamento do câncer da América Latina, é dona Gisele e que ela estaria sendo isolada pelo grupo político de Weverton, inclusive do próprio senador.

Fizeram tanto um alarido por conta do hospital que estava sendo inaugurado e me chamou a atenção e fui pesquisar esse hospital que não é hospital, é um centro de diagnósticos “ disse Cabeludo.

Nós do Jornal Imperatriz apuramos se fazia sentido o que o empresário da comunicação afirmava e para nossa surpresa o Hospital do Amor que teve sua aérea de construção de mais de dois mil metros quadrados doada pela Prefeitura de Imperatriz e sua construção através de uma emenda parlamentar do senador Weverton Rocha de mais R$ 30 milhões, de fato não irá fazer o tratamento contra o câncer, nem irá fazer internações e sim servirá apenas por enquanto como diagnóstico para dar início ao tratamento em outro local.

Gestão de Fernando Pessoa tem 86% de aprovação em Tuntum, diz pesquisa

Gestão de Fernando Pessoa tem 86% de aprovação em Tuntum.

Segundo um levantamento realizado pelo instituto de pesquisa Exata, 86% da população de Tuntum aprova a administração do prefeito Fernando Pessoa.

O índice representa uma melhora na avaliação em relação a última pesquisa realizada, onde a aprovação era de 80.

Segundo o levantamento no campo eleitoral 64% do eleitor de Tuntum vota no candidato indicado por Fernando Pessoa.

“Jefferson Portela deu o comando pros grupos de extermínio” diz deputado sobre noite de terror em São Luís

“Jefferson Portela deu o comando pros grupos de extermínio” diz deputado sobre noite de terror em São Luís.

O deputado estadual Yglésio Moyses, do Pros, afirmou, na noite desta quinta-feira (21), que o secretário de segurança do Estado entregou o comando de operações a grupos de extermínio.

A afirmação foi feita via rede social Twitter.

Segundo Yglésio, as ações registradas em diversos locais da periferia de São Luís se dá em razão das mortes de PM’s nos últimos dias.

Ainda segundo o parlamentar, as cenas de pânico e terror tem participação direta do Estado.

“Pobres sempre nas estatísticas de balas perdidas e truculência” diz trecho da postagem.

O secretário Jefferson Portela ainda não se prenunciou sobre a declaração polêmica.

Veja abaixo:

Page 1 of 323

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén