Poder e Cotidiano

Mês: junho 2021 Page 1 of 2

Presidente da EMSERH assina contrato de R$ 2,8 milhões para serviços de lavanderia do HCI

Presidente da EMSERH, Marcos Antônio Silva Grande assina contrato de quase R$ 3 milhões para serviços de lavanderia do HCI.

A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares do Maranhão – EMSERH, comandada por Marcos Antônio da Silva, celebrou contrato milionário para o fornecimento dos serviços de lavanderia do Hospital de Cuidados Intensivos – HCI.

De acordo com extrato de contrato publicado no Diário Oficial do Estado (DOEMA), a empresa Lençóis Maranhenses Lavanderia Industrial vai abocanhar R$ 2,8 milhões para fornecer serviços de lavanderia hospitalar e enxoval à unidade saúde. O prazo para prestação dos serviços é de 12 meses.

Ainda de acordo com a publicação, o contrato foi assinado no 1 de junho pelo próprio presidente Marcos Antônio Grande.

A empresa, conforme apurou reportagem do blog junto à Receita Federal, é uma sociedade empresarial limitada, aberta em 2009, registrada na R Neturno, Nª 15, loteamento boa morada, em São Luís.

Com capital social de R$ 400 mil, a empresa é administrada pelas sócias Zenith Braga Mathias Gomes e Noellia Cutrim Pereira.

Ainda de acordo com a reportagem, a lavanderia celebrou ao menos 3 contratos com a EMSERH somente em 2020. À época, pelo período pandêmico, os contratos foram celebrados em caráter emergencial e somaram pouco mais de R$ 3 milhões.

Hoje, pouco mais de 1 ano depois da primeira contratação, a empresa começa se enraizar pelas entranhas dos cofres do governo, fato que pode chamar atenção, sobretudo, do Ministério Público do Maranhão.

Vale ressaltar que a EMSERH, sob comanda de Marcos Antônio Grande, já foi alvo de inquéritos por direcionamento e superfaturamento de licitações.

Veja abaixo o extrato de contrato:

Funcionários da TRANSPORTER voltam denunciar atraso de salário; Braide silencia sobre o caso

Funcionários da TRANSPORTER voltam denunciar atraso de salário; Braide silencia sobre o caso.

Os funcionários da TRANSPORTER SEGURANÇA PRIVADA voltaram a denunciar atraso de salário.

Segundo denuncias encaminhadas ao blog nesta sexta-feira (11), a empresa paga um mês e deixa outro em aberto, prejudicando assim todos os funcionários, que já não podem podem contar com o próprio salário.

A empresa insiste em jogar a culpa para o prefeito Eduardo Braide, que desde o início das denuncias se mantém em silêncio em relação a atuação da TRANSPORTER no município.

Ganhando destaque com a vacinação da COVID, Braide parece não dá a mínima aos funcionários de vigilância da rede de ensino municipal. É lamentável.

ALÔ, MP! sem licitação, Felipe Camarão contrata empresa de Teresina por R$ 4,5 milhões

ALÔ, MP! sem licitação, Felipe Camarão contrata empresa de Teresina por R$ 4,5 milhões.

O Secretário de Educação do Estado do Maranhão, Felipe Camarão, vai pagar cifras milionárias a uma empresa localizada em Teresina, no Piauí.

De acordo com extrato de contrato publicado no Diário Oficial do Estado (DOEMA), a SEDUC vai pagar cerca de R$ 4,5 milhões à empresa Servfaz Serviços e Mão de Obra pelos serviços de limpeza de Unidades Educacionais e Administrativas da pasta.

As unidades que irão receber os serviços são de Chapadinha, Itapecuru-Mirim, Pinheiro, Rosário e Viana, conforme dados da publicação.

A contratação, estranhamente realizada em caráter emergencial, tem prazo vigente de apenas 180 dias, o que corresponde há seis meses.

No total a empresa irá ‘abocanhar’ cerca de R$ 750 mil por mês dos cofres da secretaria de educação do maranhão.

No total a empresa irá ‘abocanhar’ cerca de R$ 750 mil por mês dos cofres da secretaria de educação do maranhão.

Uma rápida pesquisa feita pela reportagem junto à Receita Federal, portais de transparência e noticias, apurou que a empresa é registrada em nome de Daniela Roberta Cunha, e já é conhecida pelo envolvimento em escândalos de corrupção.

A ‘empresária’, para se ter ideia, já foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por suspeita de desempenhar o papel de laranja de um figurão da política piauiense. O que chama atenção, no entanto, é que Daniela Cunha já prestou serviços à secretaria de educação através de outra empresa em que consta como proprietária.

À época, a noticia tomou conta dos noticiários e caiu como uma bomba no colo da então secretária Aurea Prazeres. Nas próximas matérias o blog irá trazer mais detalhes sobre atuação de Daniela Cunha na secretaria comandada pelo pré-candidato a deputado federal Felipe Camarão, e sua estreita relação com o governo maranhense, AGUARDEM!.

Prefeito Fufuca assina acordo de cooperação para viabilizar a regularização fundiária de Alto Alegre do Pindaré

Prefeito Fufuca assina acordo de cooperação para viabilizar a regularização fundiária de Alto Alegre do Pindaré.

O prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Fufuca Dantes (PP) esteve nesta quarta-feira (09) no Instituto de Colonizações e Terras do Estado do Maranhão – ITERMA, presidido pelo ex-deputado estadual Júnior Verde, para assinar um termo de cooperação técnica para viabilizar a regularização fundiária do município alto-alegrense.

Após concretizado, a parceria concederá títulos de posse para milhares de famílias que residem em diversas comunidades de Alto Alegre.

“Assinamos no Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (ITERMA), um acordo de cooperação para viabilizar a regularização fundiária em Alto Alegre do Pindaré e outro para a construção de um ginásio poliesportivo no povoado Celestino. Agradeço ao presidente Júnior Verde pela parceria que vai garantir ainda mais qualidade de vida para nosso município.” Destacou o prefeito.

Na prática, o momento simbólico, de assinatura de um termo representa o sonho de famílias inteiras, pessoas que moram e constituíram história em comunidade e terão segurança jurídica e, de fato, direito sobre seus lares como dono dos locais onde moram e conferindo dignidade às suas famílias.

O acordo da prefeitura de Alto Alegre e do Iterma consiste no levantamento e caracterização das áreas objeto da regularização fundiária, assim como a análise da documentação dos ocupantes e reconhecimento do direito real cabível; o cadastramento social dos beneficiários, elaboração de memorial e planta individualizada dos imóveis; e a abertura de matrículas para as unidades imobiliárias resultantes do projeto de regularização.

Em 6 meses, afogamentos com morte em praias de São Luís em 2021 já iguala toda 2020

Em 6 meses, afogamentos com morte em praias de São Luís em 2021 já iguala toda 2020.

Em pouco menos de seis meses completados, o número de afogamentos com morte em São Luís em 2021 já igualou o registrado em toda 2020.

Segundo o Batalhão de Bombeiros Marítimo, no ano passado foram 15 casos de afogamento registrados na região das praias de São Marcos, Calhau, Meio e Araçagy, sendo que em 4 casos o banhista morreu. Já em 2021, até o dia 10 de junho, já foram 12 casos de afogamento registrados e o mesmo número de óbitos: quatro.

Um dos casos foi registrado no final de maio, quando dois afogamentos ocorreram ao mesmo tempo na praia do Calhau. Uma das vítimas foi identificada como Samara, de 17 anos, e sobreviveu. 

O aumento no número de vítimas de afogamento ocorreu mesmo em meio ao agravamento da pandemia da Covid-19 em São Luís, quando esperava-se uma diminuição de banhistas na praia.

Na contramão das expectativas, foram necessárias 6.883 abordagens preventivas, ao todo, em 2021, para evitar ainda mais tragédias na praias, segundo o Corpo de Bombeiros.

Fraca atuação de Leonardo Sá em Pinheiro deve fortalecer candidatura de João Batista Segundo

Fraca atuação de Leonardo Sá em Pinheiro deve fortalecer candidatura de João Batista Segundo.

Na cidade de Pinheiro-MA, localizada na baixada maranhense, o assunto mais comentado dos últimos meses é a fraca atuação do deputado estadual e médico Leonardo Sá.

Mesmo como a proximidade das eleições de 2022, o deputado vem mostrando um desempenho fraquíssimo na articulação para sua possível reeleição.

Na manhã de ontem, 09, o blog chegou publicar uma matéria sobre lideranças e vereadores que estão abandonados na cidade, e com risco de perder os mandatos, ( reveja).

Segundo apurou a reportagem do blog do Maldine Vieira, a situação financeira de Leonardo, que saiu derrotado nas eleições de 2020, é o que vem contribuindo para o abandono desenfreado de tantas lideranças.

Sem cumprir vários compromissos, Leonardo vem perdendo força na cidade dia após dia.

Com isso, segundo interlocutores do blog, várias dessas lideranças estão aderindo ao projeto político do empresário João Batista Segundo, que é pré-candidato a deputado estadual.

Sem perceber, Leonardo Sá pode ter dado um tiro no pé ao sair candidato a prefeito em 2020. Além de se descapitalizar, o médico passou ter sua reeleição ameaçada com o surgimento de nomes fortes na disputa por uma vaga na assembleia legislativa.

O blog vem fazendo um levantamento das lideranças que já migraram para o grupo do empresário, e publicará nos próximos dias, aguardem!.

GAECO desarticula quadrilha que atuava em Caxias, Timon e Teresina; grupo teria lavado cerca de R$ 90 milhões

GAECO desarticula quadrilha que atuava em Caxias, Timon e Teresina; grupo teria lavado cerca de R$ 90 milhões com lojas de carros, autopeças e compra de imóveis.

O Grupo de Atuação Especialde Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão, em parceria com o Gaeco do Piauí, Polícia Civil do Maranhão e Instituto de Criminalística de Timon deflagraram, na manhã desta quinta-feira, 10, a Operação Mormaço.

O objetivo da operação foi desarticular uma facção com atuação interestadual. Foram alvos pessoas físicas e jurídicas em Teresina-PI, Timon e Caxias, no Maranhão. Paralelamente e de forma articulada, as Superintendências da Polícia Federal nos dois estados realizaram a Operação Hesíodo, que tem alvos em comum com a Operação Mormaço.

Grupo usava lojas carros, autopeças, e empresas para lavagem de dinheiro.

As investigações, iniciadas há cerca de um ano, mostraram que a organização criminosa tem um sistema de lavagem de dinheiro sofisticado, com a utilização de empresas para o escoamento dos valores resultantes de negócios com drogas ilícitas, armas de fogos, veículos e peças de automóveis, além de outras atividades.

Por meio de alguns investigados e de pessoas ligadas a eles, o dinheiro era aplicado em agências de veículos, arenas esportivas e aquisição de imóveis, além de outros segmentos empresariais. Essa manobra financeira tinha a clara intenção de dificultar o rastreamento dos valores.

Após Representação formulada pelo Gaeco maranhense, a 1ª Vara Criminal do Termo Judiciário de São Luis-MA, que atua no processamento e julgamento dos crimes de organizações criminosas, determinou o sequestro de bens móveis e imóveis avaliados em aproximadamente R$8 milhões, além de bloqueio de ativos financeiros diversos. Ainda conforme as investigações foi possível detectar movimentações de ativos dos investigados que chegaram próximo aos R$90 milhões.

HISTÓRICO

Em meados de 2020, o Gaeco do MPMA remeteu informações à Superintendência da Polícia Federal em Teresina, repassando a notícia de que traficantes estariam solicitando autorizações de registros de arma de fogo na capital piauiense.

A partir daí, a Superintendência Regional do Piauí desencadeou a operação Integração I, com o Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas do Maranhão, em 9 de setembro do mesmo ano.

Em seguida, os dados colhidos foram compartilhados com a Superintendência da Polícia Federal maranhense, viabilizando a atividade de hoje, enquanto coube ao GAECO-MA deflagrar a operação Mormaço, atingindo em cheio o património da organização criminosa.

Roberto Costa participa de inauguração de obra de pavimentação em Alcântara

Roberto Costa participa de inauguração de obra de pavimentação em Alcântara.

Na manhã desta terça-feira (8), o deputado Roberto Costa participou da inauguração de pavimentação asfáltica do povoado Raimundo Su no município de Alcântara. O parlamentar esteve presente juntamente com o secretário estadual de Cidades (SECID), Márcio Jerry, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, o prefeito Padre Wilian e o ex-prefeito Anderson Wilker.

A comunidade recebeu cerca de 1,5 km de pavimentação por meio do programa, “Mais Asfalto” do Governo do Estado, o serviço que já foi concluído e entregue para a população, fruto de emendas parlamentares.

Na visita o deputado Roberto Costa , destacou a importância dos benefícios executados para a comunidade, “Essa parceria entre o governador Flavio Dino e a prefeitura é essencial para o benefício do município de Alcântara, e principalmente para a comunidade Raimundo Su, nesse momento de crise”, acrescentou o deputado.

Na ocasião o deputado Othelino Neto destacou,“Fico muito feliz de ver de perto nossos mandatos trazendo benefícios concretos para o município com esta obra, que melhorou significativamente a qualidade de vida no local”.

Em participação, o prefeito da cidade Padre Wilian, argumentou: “Com certeza é uma obra importante para a população, é um prazer estarmos todos juntos para beneficiar do nosso povo”.

Na visita, o secretário de Cidades, Márcio Jerry, destacou. “Esta obra se soma a outras ações em prol do município. Estamos, juntos, comemorando a chegada de mais essa benfeitoria”, finalizou.

Operação de combate à pornografia infantil cumpre mandados no bairro do Vinhais e Caratatiua, em São Luís

Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) apreendeu aparelhos eletrônicos com conteúdo de pornografia infantil em São Luís.

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) cumpriu dois mandados de busca e apreensão nesta quarta-feira (9) em São Luís, dentro da oitava fase da Operação Luz na Infância, que combate crimes de abuso e exploração sexual praticados na internet contra crianças e adolescentes. Ninguém foi preso durante a ação. 

Os mandados foram cumpridos nos bairros do Vinhais e Caratatiua, na capital maranhense. Nos locais, foram apreendidos um notebook, um tablet e um celular com conteúdos de pornografia infantil. 

A operação foi deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) nesta quarta-feira. Além do Maranhão, outros 174 mandados foram cumpridos em 17 estados e na Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador. 

As penalidades para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil pode cumprir pena de 1 a 4 anos de reclusão. Já para quem compartilha, a pena prevista é de 3 a 6 anos. A punição para quem produz esse tipo de material é de 4 a 8 anos de prisão.

Leonardo Sá abandona antigos aliados que podem perder mandato em Pinheiro

Derrotado nas eleições municipais  em 2020, o deputado estadual Leonardo Sá simplesmente abandonou seus antigos aliados e os três vereadores que se elegeram pelo PL nas eleições passada em Pinheiro-MA, podem perder seus mandatos por conta de fraude na cota de gêneros. É o que aponta o processo nº 0600441-32.2020.6.10.0037 junto a Justiça Eleitoral do Maranhão.

Após as eleições, o Ministério Público Eleitoral recebeu denúncias que apontavam crime eleitoral contra a coligação “Força, Verdade e Transparência”, formada pelas legendas PL, Cidadania, PSDB, Patriota, Avante e Solidariedade, por fraudarem o cumprimento da cota de gênero estipuladas pela Lei das Eleições (Lei 9.504/97). O deputado era o candidato a prefeito.

A ação pede a anulação dos registros de candidatura da coligação e dos partidos, em razão da aparente fraude, pede também a aplicação de multa e inelegibilidade de todos os candidatos, eleitos ou não, bem como de membros dos partidos e coligações responsáveis pela fraude.

A coligação lançou apenas candidatos à vereador pelo PL, mesmo partido que Leonardo concorreu. Segundo a denúncia, o crime aconteceu depois da desistência de duas candidatas mulheres, que vieram a ser substituídas por outras duas, primas da atual namorada do parlamentar.

A repentina movimentação e o resultado das urnas, evidenciaram as candidaturas fraudulentas, pois, uma das duas candidatas que foram colocadas no lugar, não fez campanha e uma das duas não obteve nem o próprio voto.

Como uma candidata não vota em si própria? As candidatas Hyasmin Padre e Bianca Braga obtiveram apenas 1 voto cada, já Isailde Gomes não obteve voto algum. As evidências reforçam o pedido inicial de fraude em cotas de gêneros.

Com o processo em andamento, os vereadores Jaelson Araújo, Guto e Riba do Bom Viver, que se elegeram com baixíssima votação, devem ter suas candidaturas cassadas e por consequência devem ficar sem mandatos.

A última movimentação do processo ocorreu no dia 27 de maio e determinou que os vereadores apresentem contrarrazões, nos termos do art. 59 da Resolução 23.609/2019 e que em seguida o processo seja encaminhado ao TRE.

Vale ressaltar que esse processo já tem jurisprudência na Justiça Eleitora do Ceará, que julgou e cassou duas coligações. No dia 14 de maio, na cidade de Nova Russas–CE, foi cassado a chapa de vereadores por candidaturas femininas fictícias.

No início do mês de maio, toda a chapa dos candidatos a vereador pelo PSD em Croatá-CE, nas eleições de 2020, também foi cassada pela mesma razão.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) cassou o mandato de vereador do PSB da cidade de Cotriguaçu, a 944 km de Cuiabá, por fraude a cota de gênero feminino nas eleições de 2020.

Se confirmar a cassação em Pinheiro, os votos devem ser recontados e suplentes dos outros partidos que participaram do pleito devem assumir as vagas.

Page 1 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén