Funcionários da TRANSPORTER denunciam corte de 25% dos salários e falam em ligação com Weverton Rocha

Funcionários da TRANSPORTER denunciam corte de 25% dos salários e falam em ligação com Weverton Rocha.

Funcionário da TRANSPORTER SEGURANÇA PRIVADA fizeram novas denuncias no último sábado (12) contra a empresa.

Por mensagem via aplicativo WhatsApp, um funcionário diz que a empresa vem fazendo, de maneira criminosa, corte de parte dos salários de todos os vigilantes.

Isso mesmo. Além de receberem seus salários atrasados, os funcionários ainda são obrigados a ‘engolir seco’ um corte de 25%.

Além das denuncias de atraso e corte salarial, o denunciante cita uma possível ligação entre a empresa e o senador maranhense Weverton Rocha.

Sem entrar em muitos detalhes, o funcionário diz ao final da mensagem, “Essa empresa é totalmente ligada ao senador Ewerton Rocha” (sic).

Funcionários da TRANSPORTER denunciam corte de 25% dos salários e falam em ligação com Weverton Rocha.

A empresa, alvo de várias matérias deste blog, é suspeita de ter fraudado uma licitação milionária ainda no final de 2020 e, a partir daí, conseguiu migrar para gestão de Eduardo Braide.

Apoio de Weverton Rocha foi peça chave para vitória de Braide em 2020.

Vale lembrar que, coincidência ou não, algumas empresas que ‘operaram’ na gestão de Edvaldo Holanda Júnior continuaram a faturar na gestão de Braide, entre elas a MAXTEC, ENTER PROPAGANDA E MARKETING, E TRANSPORTER SEGUNRANÇA PRIVADA. As três empresas, para se ter ideia, tiveram faturamento multimilionários nos mandatos de Edivaldo Jr.

Esses fatos, ainda que de maneira distante, podem indicar para uma possível ligação com o Partido Democrático Trabalhista (PDT), comandado pelo senador Weverton Rocha no Maranhão. Vale lembrar também, que o partido foi peça chave para vitória de Eduardo Braide em 2020, o que reforça ainda mais às suspeitas.

Anteriores

Em entrevista à TV Mirante, André Fufuca declara apoio a Weverton Rocha para governo

Próximo

Plenário aprova projetos de decreto que reconhecem calamidade pública em Codó, Raposa e Alto Alegre do Pindaré

  1. Helena

    Não são só as referidas empresas citadas na matéria que ainda estão na gestão de Braide e que tem contratos no município desde o início do 1° mandato de Edivaldo, a empresa Clasi serviços e segurança tb se mantém firme no atual governo com inúmeros contratos, inclusive renovou no final de maio o contrato que tem na SMTT. Achei que o governo atual fosse dar uma mudança radical na administração, mas continua tudo parecido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén