Maldine Vieira

Poder e Cotidiano

Mês: setembro 2018 Page 3 of 7

Presidente da OAB deve se afastar nos próximos dias

Quem faz parte da OAB, sabe na história da classe que esse foi o pior Presidente, assim como sua administração, composta por promessa que nunca foram cumpridas, além de vários escândalos e o poder de autoridade de impor, querendo ser um ditador.

Ocorre que já como presidente eleito, com propostas de renovação, Thiago afundou ainda mais e não trouxe nada de novo. Continuou com as mesmas praticas e até pior, fazendo com que vários advogados se afastassem da Ordem, criando várias brigas interna e externa.

Mas como pessoa maliciosa que é, tentou se articular e chamou para seu lado dois grandes advogados Dr. Daniel Blume e Ananda Farias, para tentar alavancar sua candidatura.

Agora, faltando poucos meses da nova eleição, Thiago movimenta as redes sociais dizendo e contando os dias para se desincompatibilizar – promessa de campanha de 2015, e que deverá ser uma das poucas a serem cumpridas.

Deixo aqui minhas indagações, e um ALERTA aos advogados pensem bem se querem continuar com uma OAB apagada, com crises e escândalos.

Ex-Prefeito de Vila Nova dos Martírios é condenado por atirar contra candidato a vereador

O Poder Judiciário em Imperatriz condenou o homem identificado como Wellington de Sousa Pinto, que foi prefeito de Vila Nova dos Martírios, termo judiciário da comarca. Ele estava sendo acusado de disparar, em duas ocasiões, contra Wesley Barros da Silva. Acusado e vítima eram, à época, candidatos à reeleição aos cargos de prefeito e vereador, respectivamente. O crime foi desclassificado de ‘tentativa de homicídio’ para ‘disparo de arma de fogo’, tese acatada pelo Conselho de Sentença. O julgamento foi nesta terça-feira, dia 18, presidido pela juíza Edilza Barros Lopes, titular da 1ª Vara Criminal de Imperatriz.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual, o fato aconteceu em 26 de setembro de 2012, no município de Vila Nova dos Martírios. O acusado, ao sair de uma reunião com correligionários, teria encontrado na rua o candidato à reeleição. Neste momento, passou a segui-lo, imaginando que Wellington estava indo comprar votos. Em seguida, o acusado parou às margens da Rodovia MA 123 e fechou o carro de Wesley, disparando quatro vezes contra ele.

A vítima conseguiu fugir do local e, minutos depois, se cruzaram no Posto de Combustíveis Mariana, onde Wellington efetuou novamente dois disparos na direção de Wesley. Conforme apurado pela polícia, Wellington não teria gostado da conduta do candidato a vereador, de ficar fiscalizando seus passos. Diante da decisão do Conselho de Sentença em desqualificar o crime, o julgamento passou a ser de responsabilidade do juiz singular, no caso, Edilza Barros Lopes, titular da 1a Vara Criminal de Imperatriz.

“De acordo com as provas colhidas em plenário, especialmente o relato das testemunhas e da vítima, restou demonstrado que o réu efetuou disparos de arma de fogo em duas oportunidades, sendo a primeira em via pública e a segunda em local habitado, mais precisamente no centro de Vila Nova dos Martírios, na data citada. As condutas previstas são disparar arma de fogo ou acionar munição”, relatou a magistrada na sentença.

A pena aplicada a Wellington Pinto foi de dois anos e quatro meses de reclusão. Como a pena privativa de liberdade é menor que quatro anos e o réu preencheu os requisitos previstos em Lei, a pena foi substituída por prestação de serviços à comunidade ou entidade pública e ainda multa no valor de R$ 1 mil, a ser revertida em favor do Fundo Especial de Modernização e Reaparelhamento do Judiciário do Estado do Maranhão (FERJ).

Chefe do setor de tributos de São João Batista é afastado do cargo

Após Denúncia do Ministério Público do Maranhão, oferecida em 25 de julho, o Poder Judiciário determinou, em 6 de setembro, o imediato afastamento de Francisco Américo Santos Figueiredo, do cargo de chefe do Setor de Tributos do Município de São João Batista. O denunciado também está proibido de ter acesso ao prédio da prefeitura, sob pena de ter a prisão preventiva decretada.

O gestor afastado foi denunciado pelos crimes previstos nos artigos 297, 304, 312, do Código Penal: falsidade ideológica, falsificação de documento público, uso de documento falso e peculato (apropriar-se de dinheiro, valor de que tem posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio).

O coordenador da Secretaria de Administração e Planejamento, João Cláudio Diniz Fonseca, também foi denunciado por peculato (artigo 312 do Código Penal).

FRAUDE

O caso passou a ser investigado quando um morador pediu providências ao MPMA em virtude do barulho no Bar da Noelma, no Povoado Campinas, localizado em uma área residencial. Em seguida, o promotor de justiça Felipe Augusto Rotondo expediu ofícios ao secretário municipal de Finanças, solicitando informações sobre eventual licença ou alvará concedido em favor do citado estabelecimento; ao chefe do destacamento da Polícia Militar, para coibir o es eventuais ilícitos criminais e ao delegado de polícia pedindo esclarecimentos sobre eventual concessão de licença para realização de festas.

O delegado, por meio de ofício, informou desconhecer qualquer licença para festas serem realizadas no bar e a existência do estabelecimento. O chefe do destacamento militar relatou que visitou o estabelecimento e a proprietária informou não possuir qualquer licença ou alvará de funcionamento, mas que estaria providenciando junto à Prefeitura Municipal.

No dia 18 de maio de 2018, Francisco Américo Santos Figueiredo informou que havia expedido o alvará de licença nº 25/2018, por meio do processo ADM342-A, sendo deferido pelo setor de tributos no dia 13 de abril.

Em 23 de maio, a proprietária do estabelecimento foi ouvida na Promotoria de Justiça e informou que já havia procurado a Prefeitura solicitando o alvará e pagou R$ 50 a João Cláudio. No dia 10 de julho, João Cláudio Diniz, por meio de ofício, encaminhou cópia do processo administrativo ADM342-A, informando que foi aprovada a solicitação de funcionamento e emitido o alvará nº 25/2018, com documento de arrecadação municipal para recolhimento da taxa de licença, tendo o despacho sido deferido em 13 de abril de 2018.

Questionada pelo MPMA, no dia 10 de julho, a proprietária do bar, Noelma Abreu Silva, esclareceu que somente assinou o requerimento para solicitar o alvará após ter sido ouvida na Promotoria de Justiça, ou seja, depois do dia 23 de maio e o fez por solicitação de João Cláudio Diniz.

Ao analisar os documentos presentes no processo ADM342-A, o Ministério Público constatou que, tanto a fatura da conta de energia elétrica, emitida pela Cemar, quanto o comprovante de pagamento feito no Banco Postal dos Correios foram fraudados.

O processo administrativo indicava que a fatura teria sido emitida em data anterior ao dia 9 de abril de 2018 (dia da suposta abertura do processo ADM342-A). No entanto, a fatura apresentada estava com a data ilegível. Ao retirar uma segunda via, o promotor de justiça Felipe Augusto Rotondo descobriu que o documento na verdade é datado de 17 de abril de 2018.

O depósito de R$ 60, supostamente realizado no Banco Postal, jamais foi feito e o comprovante apresentado foi falsificado. O chefe de segurança e tecnologia da informação dos Correios, por meio de ofício, informou a inexistência do depósito e afirmou que a numeração indicada é inexistente na base de dados da instituição.

“Com tais considerações, provada a materialidade do crime de falsidade ideológica, tendo em vista que o denunciado inseriu informação falsa (data prévia) em documento público (alvará de funcionamento), com fim de alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante”, afirmou, na Denúncia, o promotor de justiça.

Justiça manda Edivaldo corrigir irregularidades nos Socorrões e Hospital Presidente Vargas

Uma sentença proferida pela Vara de interesses Difusos e Coletivos condenou o Município de São Luís e o Hospital Djalma Marques a promoverem as medidas necessárias para que os hospitais municipais Djalma Marques e Clementino Moura, Socorrões I e II, respectivamente, se adequem às exigências sanitárias em todos os seus setores estruturais, operacionais e de equipamentos, no sentido de ofertarem aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) serviços de saúde condizentes com a dignidade humana, disponibilizando leitos específicos e isolamento especial para pacientes com doenças infectocontagiosas a serem atendidos em caráter emergencial. Para cumprimento das obrigações, a sentença assinada pelo juiz Douglas de Melo Martins fixou o prazo de 6 meses, sob pena de multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento, a ser revertida ao Fundo Estadual de Direitos Difusos.

A ação foi promovida pelo Ministério Público Estadual (MPMA) contra o Estado do Maranhão, o Município de São Luís e o Hospital Djalma Marques. O MP alegou no processo a presença de diversas irregularidades no atendimento prestado aos pacientes com as doenças infectocontagiosas DST/AIDS e Tuberculose, pelos Hospitais municipais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II) e o estadual Hospital Presidente Vargas. Prossegue afirmando que, através de inspeções técnicas nos locais, ficou constatado a precariedade na qualidade do serviço fornecido à população, como a falta de leitos, falta de isolamento para tratamento de doenças respiratórias contagiosas, superlotação, deficiência de profissionais e inobservância das determinações sanitárias.

O MP também relatou que as UTI’s encontram-se com déficit de equipamentos, materiais e infraestrutura física; falta de medicamentos, suporte nutricional, materiais hospitalares, exames laboratoriais e imagem, dentre ausências de outros insumos. O MPE relata que o Município de São Luís argumentou que a disponibilidade de leitos dessas unidades é afetada negativamente, sendo sobrecarregada em função de atenderem a grande demanda de disponibilização de leitos específicos e de isolamento para pacientes com doenças infectocontagiosas a serem atendidos em caráter emergencial e urgente.

O juiz fundamenta a sentença explicando que é competência comum dos entes federativos zelarem pela boa prestação dos serviços de saúde, o que se dá por meio de um sistema único que age de forma regionalizada e hierarquizada. O Estado do Maranhão em contestação, requereu a realização de uma inspeção judicial, enquanto o Município de São Luís, em reposta à ação, argumentou que a realização de obras e demais alterações estruturais e operacionais e aquisição de materiais, como o MP pleiteia, constitui mérito administrativo do Município, pautado em critérios de conveniência e oportunidade, não suscetíveis ao crivo do Poder Judiciário.

Conforme relatórios de inspeção presente no processo, foram constatadas diversas irregularidades nos hospitais municipais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II) e o estadual Hospital Presidente Vargas, como o comprometimento das estruturas físicas dos hospitais, paredes sem revestimento, pintura desgastada e afetada pela umidade, cruzamento de pacientes portadores de doenças infectocontagiosas (com ênfase de risco para aqueles com diagnóstico de tuberculose pulmonar), enfermarias com sinal de infiltração nas paredes, leitos de UTI insuficientes para o atendimento da demanda, inobservância da legislação acerca da estrutura física do Centro de Material e Esterilização, salas com desvio da sua função originária sem adaptação, ausência de material e maquinário hospitalar, dentre outros.

“Conforme Relatório Técnico de Reinspeção realizada em 09/08/2017, constam diversas exigências sanitárias descumpridas no âmbito do Hospital Presidente Vargas. Os documentos juntados pelo Estado indicam o cumprimento de algumas daquelas exigências, como a terceirização do serviço da CME, limpeza e desinfecção das almotolias, reforma da UTI etc. Percebe-se movimentação e interesse da Administração na resolução da problemática apresentada na Inicial. Todavia os documentos apresentados são insuficientes para autorizar o desacolhimento dos pedidos iniciais, especialmente porque embasados em relatórios que não são aptos a desconstituírem os relatórios da Vigilância Sanitária, órgão com competência para tal”, entendeu o juiz, enfatizando diversas exigências sanitárias ainda não cumpridas.

A sentença destaca que, durante o processo, o Município de São Luís limitou-se a rechaçar as pretensões iniciais, fundamentando-se em teses de defesa protocolares, como suposta violação à separação dos Poderes e à discricionariedade administrativa. “Não há que se falar, no caso em apreço, em indevida intromissão do Poder Judiciário na esfera discricionária do Poder Executivo em realizar políticas públicas, visto que o descumprimento de direitos constitucionalmente garantidos e já previstos em políticas públicas do Estado do Maranhão não pode ser justificado pelo exercício de sua discricionariedade”, afirma Douglas.

A sentença também determina que o Município de São Luís, o Estado do Maranhão e o Hospital Djalma Marques apresentem alvará de autorização sanitária condicionado ao cumprimento de todos os requisitos técnicos referentes às instalações, máquinas, equipamentos e rotinas, respectivamente, dos Hospitais Presidente Vargas, Socorrão II e Socorrão I, tudo comprovado pela autoridade sanitária através de vistoria.

Dr Thaíza faz comício em povoado de Pinheiro e carreata em Pedro do Rosário

A candidata à deputada estadual Dra. Thaiza percorreu ontem ,17, as ruas do bairro Associação comercial em Pinheiro e em seguida realizou um comício no Povoado Santo Antônio dos Carvalhos.

Thaiza tem intensificando sua campanha na Baixada com reuniões, comícios e caminhadas, por onde a candidata passa conquista eleitores com seus projetos desenvolvidos na cidade de Pinheiro e que são pioneiros no estado.

O evento de ontem movimentou o povoado e reuniu centenas de pessoas que abrilhantaram ainda mais o comício.

Estiveram presentes o prefeito da cidade Luciano Genésio, o líder político Gregorio, o vereador Lucas do Beiradão e o vereador Alessandro Montenegro, entre outros líderes.

No último domingo (16), a candidata participou de uma carreata no Povoado de Paraíso e de um comício no município de Pedro do Rosário ao lado do deputado federal e candidato a reeleição, André Fufuca.

Fantasmas da saúde: Turiaçu registra 311 profissionais no MS; vejam a lista

Prefeito Umbelino Ribeiro (PV).

Prefeito Umbelino Ribeiro (PV).

Dados retirados do Ministério da Saúde (MS), através do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, trazem a tona os números exatos da quantidade de funcionários e postos de saúde existentes na cidade de Turiaçu-MA.

São 311 profissionais lotados em 21 postos de saúde, localizados na sede e zona rural do município. As unidades são dividas em 11 Unidades Básicas de Saúde -UBS, 8 Postos de Saúde, 1 Hospital Municipal, e Secretaria de Saúde.

Os postos deveriam oferecer serviços de estrategia de saúde da família, vigilância em saúde, atenção integral em hanseníase, atenção ao paciente com tuberculose, serviços de atenção ao pré-natal, parto e nascimento, e atendimento ambulatórias (realização de curativos, pequenas cirurgias e primeiros socorros).

Apesar de possuir uma quantidade expressiva de funcionários, postos, e serviços, o município não dispõe, nem de longe, todos eles. Ocorre, que toda essa estrutura existe apenas no papel, pois, na prática, os Turienses vivem um verdadeiro caos.

Populares informaram ao Blog do Maldine Vieira que apenas 5 postos e cerca de 60 funcionários realizam toda manutenção da saúde pública municipal.

Além disso, quase todas as unidades não possuem qualquer estrutura para atendimento, e vivem completamente paradas em meio às ruínas. Já aquelas que ainda disponibilizam de alguns serviços, são consideradas um eminente risco à população. Prova disso, são as denuncias encaminhas ao Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF), sobre casos de crianças e adultos que vieram a falecer no Hospital Municipal vítimas de negligência médica.

Postos de saúde funcionam apenas no papel.

Postos de saúde funcionam apenas no papel.

Postos de saúde caindo aos pedaços abrigam vários 'fantasmas'.

Postos de saúde caindo aos pedaços abrigam vários ‘fantasmas’.

Todas essas atrocidades abrem um precedente para que os órgãos de fiscalização investiguem quem são esses profissionais que mensalmente recebem dinheiro sem prestar qualquer tipo de serviço à população.

De acordo com investigações do blog, que vem fazendo um espécie de ‘caça-fantasmas’, entre os 311 funcionários cadastrados no banco de dados do Ministério de Saúde existem parentes do prefeito, pessoas ligadas à aliados políticos, e eté uma mulher que seria amante de um integrante do alto escalão do executivo municipal.

Veja o nome dos 311 profissionais:

Veja abaixo os estabelecimentos de saúde: 

No Sistema do Ministério da Saúde consta 21 em amplo funcionamento.

No Sistema do Ministério da Saúde constam 21 postos em pleno funcionamento.

No Sistema do Ministério da Saúde consta 21 em amplo funcionamento.

Mas na realidade não passam de 5.

No site do Ministério todos os postos encontram-se em situação ‘ativa’.

Hélio Soares e Maranhãozinho recebem apoios em Vitória do Mearim, Penalva e Luís Domingues

Hélio Soares e Josimar durante encontro em Penalva.

Hélio Soares e Josimar durante encontro em Penalva.

Os candidatos a deputado federal e estadual Hélio Soares (PR) e Josimar de Maranhãozinho (PR) receberam, neste final de semana, importantes apoios nas cidades de Vitória do Mearim, Penalva, e Luís Domingues.

Durante encontro na cidade de Penalva os Republicanos receberam apoio de lideranças comunitárias locais, vereadores, e da população.

Obrigado povo querido de Penalva por receber nos receber de forma carinhosa, foram várias demonstrações de apoio à nossa batalha política. Aqui caminharei ao lado do deputado estadual Hélio Soares. Obrigado a vereadora Rosinha Lancheira, Sisma Neto e todas as lideranças comunitárias que participaram desse encontro e abraçaram a nossa candidatura com toda força. Meu muito obrigado povo de Penalva”. disse Josimar de Maranhãozinho.

Em Vitória do Mearim, Hélio e Josimar participaram de uma caminhada pelas ruas do município ao lado de lideranças e apoiadores.

“Agradeço profundamente o apoio do povo de Vitória do Mearim, onde fui recebido com muita alegria. Reafirmamos o nosso compromisso com o povo dessa cidade querida. Obrigado mais um vez Vitória do Mearim! estamos no rumo certo, o rumo da vitória e do desenvolvimento” declarou Hélio Soares.

Encontro em Vitória do Mearim.

Encontro em Vitória do Mearim.

Já no domingo, os candidatos participaram da celebração de uma missa no município de Luís Domingo, ao lado do prefeito Gilberto, lideranças locais, e da população. Quem também marcou presença no encontro foi o atual prefeito de Caratupera-MA, André Dourado.

“Estamos felizes pela receptividade em Luís Domingues , o nosso obrigado pelo carinho e apoio ao nosso projeto político. Ao prefeito Gilberto a todos os nossos amigos parceiros e aliados deste município, um forte abraço”. disse Hélio Soares.

Celebração de missa em Luís Domingues.

Celebração de missa em Luís Domingues.

Prefeitura de São Domingos do Azeitão tem 30 dias para regularizar Portal da Transparência

Uma sentença do Poder Judiciário condenou o Município de São Domingos do Azeitão, em obrigação de fazer, no sentido de providenciar a disponibilização por meio de implementação, alimentação regular e gerenciamento técnico na Internet do Portal da Transparência, o qual deverá seguir os moldes da Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) e da Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação), trazendo as informações exigidas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A sentença esclarece que a referida obrigação deverá ser cumprida no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da intimação da sentença, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil, até o limite de R$ 100 mil, conforme o art. 497 c/c 536 do Código de Processo Civil, a ser suportada pessoalmente pelo Prefeito de São Domingos do Azeitão. A sentença é resultado de Ação Civil Pública com pedido liminar promovida pelo Ministério Público Estadual em face do Município de São Domingos do Azeitão.
No pedido, o MP pediu Município fosse obrigado a implementar, alimentar regularmente e efetuar o gerenciamento técnico do Portal da Transparência na internet, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei de Acesso à Informação.

O município apresentou contestação alegando que vem alimentando seu sistema do portal da transparência rotineira e devidamente. “Na situação em apreço, todos os elementos necessários ao deslinde da controvérsia já se encontram nos autos, de sorte que nada acrescentaria a produção de provas em audiência, o que permite o julgamento do feito no estado em que se encontra”, destaca a sentença judicial.

Para a Justiça, o objetivo do MP é o efetivo cumprimento, por parte do demandado, da Lei de Acesso à Informação, concedendo à população de São Domingos do Azeitão, o direito coletivo de ter acesso às informações sobre a Administração Pública Municipal, em seus vários aspectos trazidos na legislação que trata da matéria. “A Constituição Federal de 1988 trouxe uma gama de direitos e garantias fundamentais que por muito tempo não tinham aplicabilidade pelos operadores do Direito, pelo fato de inexistir no mundo jurídico leis que os regulamentassem. E o direito à informação é um deles, direito este previsto no artigo 5º, que diz que todos têm o direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado”, enfatizou.

A sentença relata que o grande objetivo da lei que veio regulamentar o direito de acesso à informação é a transparência, como forma maior dos valores democráticos e republicanos. “Portanto, com a aprovação da Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, Lei de Acesso à Informação, o Brasil abre um importante marco da participação do cidadão na administração pública, tornando fortes os meios de controle da gestão pública. Diante disso, o Ministério Público expediu recomendações a serem adotadas pelo requerido com a finalidade de implementar medidas que possibilitassem o acesso à informação de interesse público e o consequente controle social, o que não está sendo cumprido a contento, conforme se verifica do procedimento administrativo”, explica a Justiça.

Por fim, a sentença frisou que, de acordo com o último censo do IBGE, o Município de São Domingos do Azeitão tem uma população estimada, no ano de 2017, de 7.291 habitantes. “Dessa forma, conclui-se que o requerido deve se condenado a divulgar, por meio eletrônico, pelo menos as informações exigidas pelos arts. 48 e 48-A da Lei de Responsabilidade Fiscal”, finalizou.

Dr Thaíza intensifica campanha pelo interior do Estado

Na manhã deste  sábado (15), a candidata à deputada estadual Dra. Thaiza participou de uma carreata no município de São Luís Gonzaga e em seguida de uma reunião com os moradores e líderes da região.

O evento contou com a presença do Prefeito de Pinheiro Luciano Genésio, Bismarck Salazar,Dico Salazar, Raimundo representante dos taxistas, Marlon, pré candidato a vereador e o ex vereador Baixinho.

Durante à noite, candidata participou de um comício na cidade de Turilândia ao lado deputado federal candidato a reeleição, André Fufuca.

Estiveram presentes no evento o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio, Wellington Nepomuceno, André mourao, Prof. Ana Paula,Vereador heliodoro e Dra. Marinalva.

Na última sexta-feira (14), a candidata à deputada estadual Dra. Thaiza cumpriu agenda ao lado do deputado federal e candidato a reeleição, Waldir Maranhão (PSDB), nos municípios de Alcântara e Presidente Sarney.
Já no sábado(15), pela manhã a candidata participou de uma carreata no município de São Luís Gonzaga e em seguida de uma reunião com os moradores e lideranças.

Thaiza falou sobre seus projetos que pretende expandir para todo o estado, e de como pretende conduzir o seu mandato.

“Queremos implantar em todo o Maranhão projetos voltados para saúde, a exemplo do Alô bebê que é pioneireio no estado, projetos de escolas em tempo integral para os nossos jovens. Quero não ter um gabinete para luxos, quero um gabinete de portas abertas para recebe-los, quero que vocês me vejam não apenas como uma representante, mas como uma amiga”.

Hélio Soares e Josimar de Maranhãozinho reúnem lideranças na Região Tocantina

Hélio Soares e Josimar de Maranhãozinho reúnem lideranças na Região Tocantina.

Hélio Soares e Josimar de Maranhãozinho reúnem lideranças na Região Tocantina.

Os candidatos a deputado estadual e federal Josimar de Maranhãozinho (PR) e Hélio Soares (PR) reuniram, nesta sexta-feira (14), importantes lideranças nos municípios de Vila Nova dos Martírios, São Pedro da Água Branca, e Imperatriz.

Durante encontro em Vila Nova dos Martírios os candidatos tiveram o apoio de Jorge Vieira, grande liderança política do município.

Hélio Soares agradeceu o apoio e reafirmou seu compromisso com a população.“Quero agradecer pela receptividade desta cidade, ao nosso amigo Jorge Vieira, e de toda população pelo carinho e confiança dado ao nosso projeto político”.disse.

Em imperatriz, Hélio Soares e Maranhãozinho participaram de reunião com ex-prefeitos, lideranças comunitárias, líderes políticos, e populares. Estiveram presentes ainda, representantes de outras cidades da região.

O encontro foi articulada pelo Pr. Alex e sua esposa Poliana, e teve como objetivo fortalecer ainda mais às candidaturas dos Republicanos

Josimar comentou sobre como seu nome e do candidato Hélio Soares vem se consolidando na região. “Pudemos sentir que nossa candidatura está cada vez mais sólida nesta cidade, que é a segunda cidade mais importante do estado. Quero agradecer pelo carinho e receptividade de todos. Estamos todos juntos e misturados”.

No município de São Pero da Água Branca, Hélio Soares agradeceu o apoio do ex-prefeito Vanderlucio e de todos seus apoiadores.

“Estamos felizes pela receptividade em São Pedro da Água Branca, o nosso obrigado pelo carinho e apoio ao nosso projeto político. Quero agradecer ao ex-prefeito Vanderlucio e a todos os nossos amigos parceiros e aliados deste município por abraçarem nossa candidatura” finalizou.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén