Maldine Vieira

Poder e Cotidiano

Prefeito Junior lourenço pagou R$ 3,8 milhões a ‘cooperativa fantasma’ do empresário Georgevan Ferreira

Prefeito Junior Lourenço

Prefeito Junior Lourenço

Em fevereiro de 2015, o prefeito de Miranda do Norte, Junior Lourenço (PTB), contratou a empresa COOPES (cooperativa de profissionais especializados na área da saúde) pela bagatela de R$ 6 milhões para prestar serviços à prefeitura.

Segundo os extratos bancários da própria prefeitura, de março a dezembro de 2015, foram repassados R$ 3,8 milhões aos cofres da cooperativa.

A empresa funciona como uma terceirizada, e, é responsável por realiza a contratação de profissionais, estabelecer escala de trabalho, horários, e cuidar de toda parte administrativa – que não passa de uma grande farsa.

Conhecida por acarretar vários processos e condenações no Tribunal Regional do trabalho (TRT-MA), a cooperativa ganhou fama após integrar uma suposta rede de corrupção responsável por saquear os recursos de prefeituras do Estado do Maranhão.

COMEÇANDO COM PÉ DIREITO

Em março de 2015 – um mês após assinatura de contrato, a prefeitura repassou para cooperativa o montante de R$1,1 milhão referente ao pagamento de funcionários que não estavam sequer contratados.

O valor foi pago em três dias do mês e dividido em doze parcelas, no dia 2 de março a prefeitura fez quatro repasses que juntos somam R$ 390 mil, logo em seguida, no dia 3, foram feitos dois repasses de aproximadamente R$ 200 mil e no dia 31 foram feitos 6 repasses que chegou a quase R$ 600 mil reais

marco

Extratos do banco do Brasil comprovam a ação fraudulenta

Extratos bancários comprovam os valores repassados em um único mês

COOPERATIVA “FANTASMA”

Uma pesquisa realizada no site da receita federal, apontou que a cooperativa está em nome de Davi Barbosa Portela e Katila Suzana Bezerra, o endereço físico consta como sendo na Av dos Holandeses, Nª 8, Sala 04, M.F. Plaza; Lot calhau.

Georgevan Ferreira Santos, dono das 'cooperativas'

Georgevan Ferreira Santos, dono das ‘cooperativas’

No entanto, o blog apurou que neste endereço não funciona nenhuma empresa desde 2013 e nunca funcionou nenhuma empresa por nome COOPES.

Em pesquisa ainda mais aprofundada,  identificamos que a empresa é registrada em nome de laranjas. O verdadeiro dono seria o empresário Goergevan Ferreira Santos, natural do ceara e que atualmente reside em São Luís.

O empresário também é proprietário da INTERATIVA –  Cooperativa de Serviços Múltiplos (que também presta serviço em Miranda do Norte), e, já é conhecido por prestar serviços em prefeituras com essas ‘cooperativas’.

MAIS DENUNCIAS

O blog do Maldine Vieira apurou diversas irregularidades na contratação dessas duas cooperativas e fez um levantamento de todos os repasses feitos pela prefeitura no período em que elas atuaram no município. aguardem !

Anteriores

Polícia Federal realiza operação contra crimes previdenciários em São Luis

Próximo

Prefeita de Bom Jardim é afastada por improbidade administrativa

  1. Cassio colins

    Isso mostra o tamanho da crueldade com a população, infelizmente a justiça cruza os braços para esse vagabundo!

  2. Wilma

    Eu só não entendo porq a justiça não toma providências em relação a esses roubos,pois são feito às claras somente a justiça que não vê ou não toma atitude e pune esses bandidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén